Documento sin título
Logotipo Salamanca Patrimonio de la Humanidad
 
Lazer e tempo livre
Gastronomía

GASTRONOMIA

A excelência da matéria prima marca fundamentalmente a cultura gastronómica salamantina que combina de uma forma perfeita a cozinha tradicional com as últimas tendências. Assim o garantem as denominações de origem: o presunto de Guijuelo, a lentilha da Armuña e a carne de Morucha.

Gastronomia 1
 

Na zona noroeste da província se encontra a ribeira do Douro, nela se criam os Vinhos das Arribes, com Denominação de Origem, também nesta zona se produzem os Queijos das Arribes. O “hornazo” (trad: rosca) é um salgado recheado de enchidos, ovo cozido e carne típica que se desfruta na segunda-feira “d’águas”, depois da Páscoa.

Gastronomia 2

Nas entradas destacam-se a chanfaina, as batatas “revolconas” e as lentilhas. O cabrito, leitão e o cordeiro são a base dos assados. A variedade caracteriza a confeitaria salmantina que conta com doces tão apetitosos como o bolo “maimón”, as “perronillas” e os “amendoados”.


DE TAPAS

Poderá escolher entre bons enchidos, bacon, lombo, picadinho... a lista é infinita.

Gastronomia 3

Apesar de em todos os bairros da cidade poder comer tapas, são dois os itinerários mais conhecidos e seguidos:
     -   Nos arredores da rua Van Dyck poderá encontrar dezenas de bares com excelentes carnes na brasa.
     -   E nas imediações da Plaza Mayor, com “pinchos” tradicionais e também mais sofisticados.



Gastronomia 4